10 de nov de 2008

Gestão de Finanças para noivos



Já faz algum tempo que as pessoas, principalmente os noivos, começaram a pensar em suas próprias finanças e na do casal após o casamento. Também, casar endividado não dá né. Como sou meio cismada com isso, “obriguei” (claro, de uma maneira muito sutil) meu noivo a entrar no assunto para discutirmos. Ainda não consegui milagres com isso, pois ele ainda tem receios e não conversamos como será depois do casamento, a divisão das despesas, planos de aquisição de bens, etcs... mas já foi um grande passo que demos.

Como não temos muitas condições, aconselho a aquelas noivinhas que estão no mesmo barco, a fazer um simples plano de finanças. Claro que não precisa ser um dosie contendo todas aquelas análises e tal... mas não custa nada fazer um esboço.
Pesquisa, by me, dizem que casar não é barato. Grande novidade não é mesmo? Dependendo do grau de elegância pode chegar ao valor de um carro popular ou um imóvel popular dependendo da pessoa. A cidade e estado também influenciam. Creio eu, que casar no interior deve ser mais bararto em partes pois os noivos conseguem um imóvel a um preço mais acessível. Aqui em BH, não chega a ser exorbitante, mas já dá um alarme para que tenhamos umas reservas para dar entrada em um imóvel e pagar as despesas do casamento.

Ainda existem aqueles que não caíram na real que no casamento também existem coisas chatas que podem gerar muitas brigas. Em prol das “não brigas de casais”, resolvemos. Se queremos todos aqueles mimos mostrados em sites de casamento, vamos economizar. Se queremos aquele armário de cozinha que vc não abre mão, vamos economizar. Se queremos um apartamento lindo em um bairro de luxo, vamos economizar. Economias planejadas podem fazer milagres.
Ok, já falamos das dificuldades vamos a prática:

- Estabeleça metas de reservas - se vc só pode juntar R$200,00 por mês, beleza, mas saiba que esses 200 precisam ser separados, nada de comprar aquele sapato lindo que entrou em liquidação com o dinheiro. Para isso, coloque seus rendimentos, depois liste todas as suas despesas em um papel, coloque alguma reservinha para imprevistos e veja o quanto vc pode separar. Caso vc trabalhe com comissão, estabeleça uma porcentagem de reserva, assim, caso vc receba mais, será mais fácil estabelecer qual será o dinheiro que deverá ser separado.

- Estabeleça metas para os gastos com o casamento – não adianta endividar toda para pagar uma big festa se vc não tem condições. Não desista de seus sonhos, mas cerque-os, assim terá noção na hora de cotar os preços e que pode ser incluído e o que está fora de cogitação.

- Aplique o dinheiro – vc não precisa ser uma expert no assunto, sempre existe um pai, primo, amigo que conhece alguma coisinha. Peça ajuda ou caso não tenha ninguém, aplique na poupança, é o lugar mais seguro e mesmo que seja pouco, ainda rende algo. Nada de deixar o dinheiro debaixo do colchão ok. Cuidado para aquelas que querem ganhar dinheiro rápido e aplicam em ações... para isto, é preciso ter muito conhecimento e pode-se perder muito dinheiro.

- Peçam descontos - Discutam o que será melhor para o casal, ir comprando aos poucos ou juntar tudo e comprar tudo de uma vez só. Para aqueles que conseguem guardar dinheiro, eu sugiro que guardem e comprei tudo junto – as vantagens são: a) vc não precisará arrumar espaço para ir guardando as coisas antes do casamento, perto do casamento, provavelmente vcs já terão adquirido um espaço para vcs. b) as coisas estarão novinhas pois se a gente compra antes tem aquela tentação de utilizar “só para experimentar” e acaba colocando no dia a dia; c) e mais importante, vc pode pedir descontos pagando tudo a vista, a diferença de preço é gritante. Caso não consigam, existem várias lojas que disponibilizam o pagamento parcelado e sem juros, vcs poderão fazer um plano para pagar depois do casamento.

- Façam orçamentos - Escolham a data do casamento. Com a data pensado será mais fácil conseguir os orçamentos e vc terá condições de alongar o prazo de entrega de algum item e conseguir descontos. Peçam orçamento de tudo em pelo menos 03 lugares diferentes e organizem tudo em uma pasta. Assim será mais fácil para olhar os contratos;.
Saibam que no período de casamento, precisamos abrir mão de muita coisa, mas com certeza será recompensado depois que vc já estiver juntinho do seu amor. Eu já coloquei estas dicas em prática. E vc já pensou nisso?




2 comentários:

Noivinha Ana Elisa disse...

Oi, Dê!!
somos conterrâneas de belzonte... Eu te linkei, no que vc precisar estamos aí. Aqui em que igreja vc vai casar???
Bjus

Com amor disse...

Perfeito...
Eu como uma noiva pré formada em finanças... estou descabelando... husuhauhuahsas
Quem disse que tudo quem a gente pensa a gente faz...
mas já começei meus planos...
Guarda dinheiro acredito que seja a melhor solução.

Bjosssss