24 de set de 2010

Home Sweet home...


Meninas, depois de muuuuito tempo longe, acho que me recuperei agora... heeh. Ok, nem vou dizer que em parte esse sumiço teve a ver com minha irnternet ter misteriosamente parado de funcionar. E felizmente ter voltado ontem a noite (mistérios que ninguém consegue explicar...)

Mas antes de voltar a assuntos casamentícios, vamos a assuntos que estão me tirando um pouco o sono. A decoração da minha casinha.

E vamos as primeiras fotos do nosso apê-cuticuti-amomeular... hehe

Welcome my home....

Para dar inicio a nossa seção "decorando o apê", minha porta ai encima para acolher todas vocês no meu humilde lar. E reparem, tem um olhinho grego de chaveiro. Para espantar o mal olhado né... afinal, estamos conseguindo as coisas agora e não queremos pessoas invejosas.

Vou postar cada comodo separadamente. Quero muitas opiniões por favor.

Vamos a uma historinha primeiro. Meu... ops, nosso apartamento é meio antiguinho. Nossa, o prédio é bem feinho, mas está em um ótimo lugar. E ótimo digo em relação a tudo: fácil acesso para vários pontos da cidade, próximo a várias avenidas com vários onibus (é possivel ir para qualquer parte da cidade com certeza), supermercados que posso ir a pé daqui de casa, a 3Km do apartamento da minha mãe heeh (minha mãe achou esse o principal motivo).

Logo que vi no site da netimóveis marcamos para visitar. Não tinha visto nem 3 apartamentos, e ... foi amor a primeira vista. Logo que saimos fiz o gu ligar para o corretor e falar que iriamos ficar com ele. Ele até quis se certificar que eu realmente queria esse... não teve muita discussão, era esse e pronto. O preço estava um pouco maior do que poderíamos pagar na época, mas liguei para minha mãe que estava viajando para pedir o dinheiro emprestado... tipo fomos visitar na quinta e na segunda assinaríamos o contrato de promessa de compra e venda. E dale correria para a papelada toda para compra de imóvel.

Passamos por momentos de angustia pois o financiamento não saia, já tinha 5 meses e nada, fiquei pensando que a vendedora desistiria da venda... mas graças a Deus, conseguimos. Em outubro ele já era nosso e estávamos bem felizes por isso.

Mas vamos ao nosso bebê...

Primeira coisa que se vê ao entrar na nossa casinha é nossa sala de jantar-doisambientes. Que parece mais um mas tudo bem. Se vocês repararem, ele está todo reformadinho. A antiga proprietária era decoradora e tinha feito uma reforma. Lembra que eu disse que meu apê era velhinho?? Com essa reforma ele ficou o máximo. Inicialmente essa parede ai a esquerda da foto, era um outro quarto, ou seja, a sala original era somente este pedacinho (um horror vou admitir). Não cabe um sofa, mesa... neste espaço. Ficaria bem apertado.


Optamos por colocar uma mesa de 4 cadeiras para não tirar o espaço do apartamento que é pequeno e dar aquela impressão que está tudo entulhado. Escolhemos tb uma mesa com um tampo de vidro maior pois assim poderíamos colocar uma cadeira de cada lado quando recebermos visita e transforma-la em 6 lugares sem deixar todos apertados. Cabe super tranquilo.

Esse ai é o angulo de quem está no "segundo ambiente" hehe, minha sala de estar.

Na foto abaixo eu coloquei a mesa no lugar "previsto" dela.

Estão vendo este painel de gesso branco na parede? A intenção da ex moradora era essa mesmo, fazer um acabamento para a mesa. Achei bem legal e dá um espaço maior na sala

Essa ultima foto por outro ângulo com as luzinhas mais lindinhas encima (ops, uma está queimada ... lembrar de troca-la). Fica lindo este ambiente.

Agora vem a parte difícil. Decidir o que eu posso fazer na sala para melhorá-la. Vamos pegar esta 3 foto da sala para molde ok.
Vamos aos fatos:

- Ela é entre 2 ambiente, a esquerda da foto (sem nenhuma separação) tem a sala de estar/TV e na parte de baixo da foto é minha cozinha estilo americana, como ela fica em L com os dois ambientes, não posso colocar móveis que podem dificultar a circulação.

- ela não tem "paredes" sobrando para pendurar qualquer coisa. Vc reparou? De um lado dá para nossa janela que ocupado toda parede (essa cortina ai na foto), a outra é esta que tem o gesso e as outras duas (se existissem), dá para cozinha e sala.

A unica coisa que pensei em fazer para que ela ficasse mais... sei lá com estrutura de sala foram as opções abaixo:

1 - a intenção da antiga moradora era colocar um sofa bem grande e estiloso no canto (a ideia
inicial seria tipo este vermelho)
Ele ficaria no cantinho esquerdo da foto, próximo aquele pedacinho de parede e a janela. Mas achei meio estranho... a pessoa ficaria sentada de frente para a mesa de jantar e de costas para a tv (estão vendo ela ai no cantinho de uma das fotos?), meio sem nexo. Talvez se eu tivesse um daqueles abajur de chão, poderia colocar próximo a poltrona e transformar em um cantinho para leitura... uma cadeira bem confortável... é uma ideia.

2 - Plantas

Esses foram os modelos de folhagens que eu gostei. Acho que naquele cantinho daria um arzinho mais aconchegante a sala. Fora que teria um verdinho no apê, não tenho nenhuma forzinha.

Agora os contras:

- Pensei em um tapete debaixo da mesa, mas meu piso é de porcelanato lindo, lindo e brilhante (vcs conseguem ver na foto?). Perderia um pouco o brilho da sala não acham? Fora que aqui tem muita poeira, e não combina né... mas quero a opinião.

- Minha irmã sugeriu um bufe (é assim que escreve?), tipo uma estantezinha (para facilitar) no cantinho. Mas Gustavo já excluiu essa possibilidade na hora. Primeiro porque as pessoas que sentassem ficariam encostando nele e pq ele acha que muvucaria muito. Para ele, essa sala não cabe mais nenhum móvel.

Adoro coisas clean sabe... nos alegra não colocar muitas coisas, mas acho as vezes que falta algo. Alguém sugeriria algo?

Espero opiniões... estou feliz que tenha voltado com este espacinho...vcs são ótimas.

Abraços.

2 de set de 2010

Para dizer sobre o meu dia...



Esqueça o trânsito caótico, a urucubaca política, o tal balancete no final do ano.
Deixe de lado a cobrança interna, a dívida externa, a tão eterna dúvida.
Viver é assim. Não há como negar.
Para ficar ligado é preciso saber desligar. Fácil? Nem tanto.
Descobrir qual é o seu tempo é tarefa nobre: exige um grande conhecimento sobre si mesmo.
Portanto, esqueça o relógio. Seu tempo está dentro de você.
Chega de viver com a ansiedade no colo e o celular na mão.
Não deixe a agenda ocupar ? sem querer - o lugar do coração.
Respeite sua hora. Desacelere. TURN OFF.
Mais do que correr, é preciso saber parar. Não adianta viver no piloto-automático e deixar de sorrir.
Nem tirar folga e levar uma enorme culpa dentro da mala.
O mundo lá fora exige produtividade e imediatismo.
Aqui dentro, corpo e alma pedem menos, muito menos.
Como fazer, então, para conciliar tempos tão diferentes?
A resposta não está em livros. Mas dentro de cada um.
Quer tentar? Respire fundo. Desencane. Perca seu tempo com você!
É uma responsabilidade enorme desconectar-se, eu sei.
Mas vida ao vivo é pra quem tem coragem. Coragem de arriscar. Cuidado em saber a hora certa de parar.
Difícil? Pode ser. É um exercício diário que exige confiança e um amor incondicional por tudo o que somos e acreditamos.
Uma aceitação suave dos próprios defeitos, um rir de si mesmo, um desaprender contínuo, um aprender sem fim sobre o que queremos da vida.
Não importa se tudo parecer errado e o mundo virar a cara para você.
Esqueça. Se esqueça. Hora de se perdoar.
RENASÇA. Eu sei pouca coisa da vida, mas uma frase eu sigo à risca: é preciso respeitar o próprio tempo. E eu respeito!
Acredito no que diz o silêncio na hora em que a mente cala.
E meu silêncio - que não é mudo e também escreve - dita com voz desafiante: confie em si mesma.
Quebre a rigidez. Ouse. Brinque. Viva com mais leveza.
E - por favor - desligue-se.
Só assim você vai transformar vida em letra e letra em vida.
E ter coragem e fôlego pra ser VOCÊ, no momento em que o mundo te atropelar sem licença e disser: CHEGOU A HORA!

Ok, nesses dias corridos e que me encontro morrendo de sono, não pude deixar de reparar nessa msg que jack me enviou hj. Ela não me manda muitos e-mail, mas quando manda....
Fica ai uma foto nossa no dia depois do casamento... eu quero agora só uma caminha gostosa onde eu possa esquentar meus pezinhos nesses dias corridos e noites frias de Bh.

Não pressionem... acho que preciso de um tempo pra mim. Mas eu volto (e prometo cheia de energias)...