30 de nov de 2008

Bebidas - quem sabe um diferencial ?

Estou muito na dúvida se mando fazer ou não bolachas de chopp para o casamento. Bem, é bom levantar os preços né, mas se formos colocar cada coisinha... Achei que os preços variam muito, achei de R$ 60,00 o cento a R$ 200,00 (média de preços) e realmente 200,oo fica meio puxadinho para um mimo desse não acham? Se eu falar com o noivo tenho certeza que ele irá contra, mas também por ele a festa tem que ser super simples e tals, então vamos dar um desconto.

Também fiquei com medo da qualidade. Não quero uma coisa super mal feita que todo mundo irá comentar de uma forma negativa. Alguém sabe se estas empresas que fazem o produto mandam qualquer amostra? Só umazinha para vermos o acabamento, se tem proteção, já que ficará copos e bebidas, eles precisam ser mais resistentes a água.

Também preciso saber se eles cobram a arte. Não sei se teremos caricatura. Na verdade eu acho bacana, mas ainda não discutimos este assunto. E a maioria que eu vi tem caricatura, só achei umas que eu gostei em sites americanos. Não sei se acharia alguém para fazer uma arte do tipo da que eu quero (tipo estas que estão logo abaixo no post).

Como ainda não decidi as cores do casamento ainda não sei as cores da arte. Mas se tiver alguém que possa me ajudar. Dêem palpites nos modelos e nas empresas que eu achei. Talvez alguém saiba se a empresa é boa ou ruim ou tem outras para indicar. Aguardo ajuda de vocês.

http://www.bolachasparachopp.com.br/
http://www.estrategiabrasil.com.br/produtos.asp?fabricante=85
http://www.dalmoro.net/bolachas.htm -
http://www.permutalivre.com.br/6741/bolachas-de-chopp-personalizadas-p-casamentos-eventos.htm#
http://www.asdeouro.kit.net/
http://www.armazemconvites.com.br/


26 de nov de 2008

Bottons muito criativos





Hahaha... Eu adorei essa idéia. Bem, antes que vocês me achem uma doida, aliás, vão achar porque estou achando que meu casamento vai ser igual festa de criança, pois se depender da minha vontade, terei que distribuir sacolinhas para o pessoal colocar tantos brindes. Também existe, sapinho para solteiras, bem casado (que todo mundo sai com pelo menos 2 na mão), brindes de pista, retrato de lembrança, fora os docinhos, arranjo de mesa (que horror, isso só aquelas tias sem noção que levam né) e ainda tem balinha “mint to be”, chinelo, e por ai vai. È de enlouquecer qualquer noiva. Tá certo que eu adoro a variedade, você poder escolher aqueles mimos que combinam com você, mas hoje em dia são tantos que é MUITO difícil decidir, teremos que fazer uma votação lá em casa (porque o noivo também tadinho, não dá palite em nada).


Bem, esse brinde ai que eu achei é um botton ou broche, para facilitar né. Não fucei muito na net para ver se achava fornecedores não, mas esse que é desta foto é uma empresa que se chama skum (http://www.skum.com.br/), no site tem vários modelos. Infelizmente não achei nenhum com motivos de casamento, apesar de já ter visto várias noivinhas fazendo ou pelo menos pensando na idéia. Eles saem R$ 1,00 cada e acho que para acima de 70 tem desconto e acima de 100 tem mais desconto. Uma fofura. Tudo bem que é o tipo de coisa que ninguém vai guardar, só você mesmo e se realmente tiver o desconto e sair por R$ 0,50 cada (pedindo 100) eu até penso na idéia. É muito baratinho (apesar de não podermos fazer tudo que queremos) e fica super diferente.


Eu imaginei um botton tipo esse ai em cima, mas com a segunda foto e ainda escrever “Game Over ” e colocar nossos nomes ou apenas “Dê e Gu” ou “DG” . Outra idéia seria colocar apenas as frases “Eu fui” ou “All you need is love” como estes primeiros do post ou colocar “Eu VOU” e entregar antes, tipo no chá de panela para o povo já ir entrando no clima. Pelo menos tenho certeza que uns doidos como eu iriam usar na blusa alguns dias só para zuar. Bem nada decidido, apenas mais uma idéia.

A foto dos bottons "Eu fui" foram tiradas do site da Patricia Figueira que era de uma noivinha dela acredito eu.


24 de nov de 2008

Era uma casa muito engraçada, não tinha teto não tinha nada...


Nunca falei sobre meu sonho para o novo lar aqui porque ainda não tenho um. A história de “não tinha teto não tinha nada” caiu literalmente na nossa realidade.
Na verdade já pesquisei em alguns sites sobre imóveis. Claro que como nós somos meio pobrinhos estamos pensando em dar uma entradinha e ir pagando em mínimas parcelas durante uns 30 anos heheh. Bem, na verdade, estams tentando conseguir algo que possamos dar de entrada uns 20% do valor e financiar o restante em 20 anos o problema é que.... tudo é muito pequeno com o valor que podemos pagar. Olhei algumas plantas na MRV e na Tenda que é mais fácil e algo novinho, mas com nossas condições poderemos pagar um apartamentozinho muito pequenininho. Claro que tem vantagens e desvantagens:

* Vantagens:
- é novinho;
- em alguns planos, pagamos menos se o apartamento ainda estiver na planta;
- poderemos pagar parcelas bem antes de entregarem a chave;
- alguns possuem uma área de lazer muito boa (junta conforto e segurança);
- sendo pequeno é fácil de limpar com essa vida corrida que a gente leva eu e o noivinho trabalhando o dia inteiro.

* Desvantagens:
- é muito pequeno;
- sendo apartamento não poderemos fazer reformas grandes para ficar do nosso jeitinho;
- teremos que olhar bem pois alguns empreendimentos são em lugares muito distantes e só o tempo de ficar em onibus não compensaria;

Além deste dilema, ainda tem a escolha de um apartamento novo ou usado. Pois com o mesmo valor do novo, as vezes encontramos um apartamento maior, porëm mais velho ou um apartamento mais próximo da família ou do serviço. Ainda não tive a oportunidade de olhar os imóveis a fundo pois ainda falta um tempinho para o casório e ficar pagando IPTU, condomínio e a taxa mínima de energia e etc, eu acho que não compensa. Estamos juntando e aplicando o dinheiro (que ainda ganhamos alguma coisa) e depois damos a entrada e já começa os preparativos para o novo lar. Eh dilema.

Bem mesmo que seja um pequenininho, espero que dê para fazer tudo o que eu quero, também eu não queria uma mansão logo depois de casar né, as pessoas (pelo menos a maioria) consegue as coisas é com muito trabalho e esforço. Eu tô fazendo o possíve e impossível, até já pensei em fazer uns biquinhos, arrumar algumas coisinhas para vender para ver se imcrementa a renda um pouquinho, ou estudar MUITO para passar em um concurso público. Só assim teríamos condição de fazer tudo que a gente quer e do jeitinho nosso.

Sou administradora por profissão e decoradora por sonho né. Coisa mais legal do mundo. O noivo não gosta muito não, acha que eu sonho demais da conta, mas fala se eu não vou dar uma de estrelinha no meu apê, claro que vou. Com certeza vou fazer tudo sozinho, só quero ver ele depois elogiando heheeh, mas isso é assunto para outros post. Depois coloco um pouquinho mais do meu sonho para o apartamento e dicas que eu consegui na net para decorar apartamentos pequenos.
Fui.

20 de nov de 2008

Noivas em forma...


Ok, que assunto mais chato né, porque eu não converso de comidas, chocolates, bebidas, haum, ham, haum... mas é preciso. Bem, para o meu casamento, ainda faltam 1 ano e 5 meses, muito tempo? Depende. Para aquelas que como eu adoram um docinho e acham um martírio ter que entrar na dieta, esse tempo é rapidinho.
Primeiro, resolvi que preciso perder 7 quilos. Ok, se eu não conseguir, acho que 5 já está bom. Eu que não sou adeptas a dietas rigorosas vou tentar as seguintes táticas:

- Fazer caminhada pelo menos 3 vezes por semana – tem um lugar aqui perto de casa, não é dos melhores mas dá pra quebrar o galho. Aquelas que tem esteira “encostada” (porque ninguém usa) em casa, sugiro que coloque-a na frente da televisão e dali caminhada. As mais experientes podem tentar uma corridinha leve pois emagrece muito mais rápido. Pular corda é ótimo também, mas não se enganem, 2 minutinhos pulando podem deixar a gente acabadas (Eta coisa difícil).

- Diminuir a comida do almoço e nada de jantar. O nada de jantar é muito sério gente, comer a noite é terrível. Se tiverem fome, prefiram um iorgute com fibras, gelatina, frutinha, qualquer coisinha mais leve. No máximo, uma saladinha com uma carne magra. E no almoço, empanturrem de verduras, alface, beterraba, tomate, pepino, cenoura, abobora, e manerem no restante. Coloquem no prato primeiro a verdura e distribuam, ai terão a sensação que caberá menos coisas no prato depois. 2 colherzinhas de arroz, 1 carne e mais alguma coisa já está de bom tamanho para quem está de dieta .

- Comer 5 vezes ao dia. Não pule refeições. Logo que acordar tome um café da manhã, coma algo por voltar das 10:00, almoce, coma algo as 16:00 – 17:00 e vá comer um lanche leve um tempo antes de dormir. E nada de comer bobagens entre os períodos. Docinho nem pensar.
- Beber muita água. Para aqueles que trabalham (ou seja, 99% das mulheres provavelmente), comprem um squize e deixem na mesa. Tomem pelo menos 1 garrafinha na parte da manhã e 1 na parte da tarde. È muito pouco para o bem que faz. Principalmente para a pele viu meninas, além de limpar o corpo e dar disposição.
- Fazer exercícios para a coluna. Imaginem vc linda, maravilhosa entrando na igreja e meio corcunda, nada a ver né. E realmente existem pessoas, como eu, que andam com os ombros para frente e tals... Reparem no espelho, forcem os ombros para a frente e depois endireitem a coluna, vcs verão que quando estão levantados, a barriga diminui, pelo menos aparentemente. È impressionante. Vamos andar na rua agora iguais modelos, forçando a barriga para dentro e olhando para frente com a coluna reta.
- Evitar frituras. As pessoas podem me matar, mas sou adepta a abrir alguma exceçaozinha de vez enquando, pois sacanagem , a gente na festinha infantil, cheia de refrigerante, coxinha e nós sem poder comer nada. Evitem, mas nestes casos, estipulem uma média, vai comer 3 salgadinhos fritos e dois copinhos de refri, vc não passará fome e sentirá feliz. Isso não poderá se tornar rotina ok, as frituras e refrigerantes, tanto quando os doces (é claro), devem ser evitados neste período de campanha para boa fora.
Não pensem que conseguirão milagres emagrecendo em 2 meses 10 kg, ainda mais, porque antes do casamento a gente fica mais nervosa e é mais difícil seguirmos uma dieta e também, estamos experimentando o vestido, a costureira irá lhe matar se vc ficar naquele emagrece engorda, aperta e alarga vestido bem perto do casamento.
Fica ai as dicas. Mãos a obra.

18 de nov de 2008

Baile e minhas loucuras...


sou muito chorona... credo, choro por tudo mesmo. Até escutando musica eu choro. Tenho um coração fraco, então é só eu escutar uma musiquinha que mexe comigo que eu já fico com o coração apertado e as pernas bambinhas.... Mas é tão bonitinho também. Adoro música estilo baladinha sabe, meu sonho é aprender a dançar dança de salão e aquelas danças super diferentes e tals.

Mas o post de hoje está muito relacionado a questão da música na recepção. Eu particularmente não sei se hoje os noivos dançam valsa e tals. Claro que eu não quero aquela música batida que todo mundo conhece de valsa... eca, super antigo e gente querendo ficar dançando de um lado pro outro sem nem saber dançar me dá arrepios. Se não sabe dançar não dança. Mas não é que de um tempo pra cá estou pensando muito na música. Gente romântica é assim mesmo. Tem que ter música pra tudo, pra entrar, pra cortar bolo, pra jogar o buque, pra dançar valsa e abrir a pista de dança, porque música animadinha só vai tocar depois de um tempo de festa. Deixemos os mais velhinhos aproveitarem uma musiquinha ambiente pra depois começar o batidão hehehe.

Olhando na internet eu achei um videozinho daquele filme "Encantada" (pra pessoas como eu Cinderella é mestre né) (não, antes que vocês pensem, eu não estou sitando porque eu quero chegar em uma carroagem no estilo abobora ou usar sapatinho de cristal), mas reparem só neste videozinho da hora da valsa (http://br.youtube.com/watch?v=AHnZ_vtyJ6E&feature=related) Não consegui posta-lo aqui. Musiquinha super moderna (romântica, mas moderna), tem até umas horinhas mais rapidinhas, nada de um passinho pra cá outro pra lá. Eu quero muito esta música. Bem, se o noivo se disponibilizar a aprender a dançar valsa, é claro. Coisa mais fofinha do mundo (entendam que até meu casamento eu posso mudar de idéia ou me stressar muito com essa história e desistir, mas por enquanto a idéia está de pé).

Bem, se ficar baranguinho, eu penso em apenas abrir a pista de dança eu e o noivo dançando Barry White -Can't Get Enough Of Your Love Babe (http://br.youtube.com/watch?v=NMedvXnrBXQ&feature=related) ou Al Green- Lets Stay Together (http://br.youtube.com/watch?v=WAOOFk549fw). Só pelas músicas já se percebe o estilo de música que eu gosto né. Mas reparem só nos primeiros acordes destas músicas, iria chamar a atenção de todo mundo e é ótima para se dançar a dois... que beleza. Para aquelas que não conhecem, essas duas músicas são tocadas no filme "Louco por você" – “Dowm to you” (que por sinal é uma gracinha). E a primeira eu até imagino o noivo cantando com uma colher (igual no filme) e fazendo passinhos e o povo depois entrando e dançando também.... Sonhar é tão bom não! Pô, é a primeira música como marido e mulher, nós temos que caprichar né.

Depois posto mais músicas que mexem comigo... bjim pra todas.


16 de nov de 2008

Eu casei...

Calma meninas... ainda não foi desta vez, o “casei” é apenas para retratar o assuntinho de hoje.
Há um tempo atrás, recebi em minha casa um envelope pequeno uma gracinha de papel etudo, e qual não foi minha surpresa quando vi que se tratava de um informativo de “participação” do casamento de uma irmã de uma colega. Achei super bacana eu ter sido lembrada, pois o casamento foi na Italia, e provavelmente não teve uma cerimônia religiosa e festa, etc. Mas fiquei com aquilo na cabeça e fuçando na internet vi que realmente a etiqueta diz para mandar cartões de participação em alguns casos.

Uma série de razões podem impedi-lo de convidar para seu casamento ou para a recepção todas as pessoas que você gostaria de chamar. A cerimônia, por exemplo, pode vir a ser realizada no exterior ou em outra cidade, o casal preferiu optar por um casamento mais simples, ou será apenas no civil. Nesses casos, no lugar de um convite de casamento, deve-se enviar um cartão de participação. Neste cartão não pode faltar a data do casamento e o endereço da nova residência. A Participação de Casamento deve ser feita após a comemoração com a família e a viagem de lua-de-mel, se vocês tiverem feito.

Não sei se no caso de ter a recepção, se fica deselegante enviar tal informativo. Quer dizer, minha família é de uma cidadezinha pequena e conhece muita gente, mas vamos ser realistas, se eu tivesse que convidar todo mundo haja dinheiro para a festa. Então eu pensei em mandra fazer tais cartõezinhos em uma gráfica e enviar para aquela amiga da minha mãe, aquele conhecido, aquele visinho que me viu nascer, mas que não tem nada a ver eu convidar para o casamento, etc. Eu acho chato convidar para a cerimonia e não enviar convite para a recepção (apesar também de achar super compreensivo, se a pessoa não foi convidada é porque ela não é tão intima dos noivos, nada mais normal né), mas voltando o assunto, acho que se essas pessoas de fora recebecem tal cartão seria uma maneira de comunicar o casamento de fulano e convidar para uma visita a nova residencia (apesar de que, convenhamos, a pessoa que não foi no seu casamento não vai ser tão intima para uma visitinha e tals... mas a etiqueta diz que devemos informar o endereçoo da nova residencia).

Bem, fica ai a dica para aquelas que como eu, tem 10000 pessoas para convidar e pouca grana. Pelo menos não vai ter aquela situação chata da pessoa lhe encontrar na rua perguntando se você casou e você ter que ficar sem graça de informar e tals.
Segue abaixo um modelinho que eu achei na internet para quem quiser copiar. Por favor, façam a impressão como se fosse convite, nada de papel A4 branco.


15 de nov de 2008

Bridesmaid – A Amiga de Honra


A tradução original do termo é “Auxiliar da Noiva” e teoricamente, todas nós temos, mesmo sem sabermos. È a irmã que ajuda em todas as escolhas, a mãe que está sempre por perto, uma amiga mais chegada, etc.
O termo não é utilizado aqui no Brasil. Pelo menos nucna vi um casamento com “elas”, pois neste caso, elas são garotas com idades mais avançadas do que as damas de honra. Olha que gracinha, o papel delas irá depender da escolha da noiva, pois algumas atividades podem ser delegadas a elas, como por exemplo pegar o vestido ou conferir o salão no dia do casamento, mas principalmente, o seu papel é ser uma grande amiga nestes momentos difíceis e de muito stress.
Acho que deve ser uma honra muito grande ser uma bridesmad, pois quer dizer que a noiva gosta muito da pessoa para coloca-la neste papel.

Algumas curiosidades: os vestidos das bridesmaid são de cores iguais e no mesmo modelo. Normalmente elas são amigas, primas ou irmãs. Na cerimônia elas podem entrar antes ou atrás da noiva. Elas podem levar um mini bouquet, uma vela ou o próprio veu da noiva.
Quando existe bridesmaid também tem os Groomsmen, que seria os “amigos do noivo”, que também tem tarefas a fazer e apoiam o noivo neste momento. Acredito até que são eles que fazem a despedida de solteiro hehehe...

Bem, após prévia explicação, gostaria de saber se aqui no Brasil existe a possibilidade de incluí-los no meu casamento. Teoricamente não poderei tirar as daminhas tradicionais (este é assunto para outro post), mas e as madrinhas? Sabe, a família do noivo tem a tradição de convidar todos os irmãos para padrinhos e madrinhas e se nós convidarmos os irmãos dele, teriamos que convidar as minhas também. E só nessa brincadeira, lá se vão 6 postos para padrinhos (família grande não, 3 irmãos de cada lado heheh). A intensão é que as madrinhas sejam as bridesmaid, poderiam entrar com vestidos com cores parecidas, não precisam ser iguais. O que eu tenho medo é de ficar parecendo formatura sabe e também aqui ninguém conhece. Iria ficar um trem meio cafona ? Eta dúvidas crueis.

Essas fotos me inspiraram muito. Imagine você no seu dia de noiva em um hotel com todas as suas amigas queridas, irmãs, primas para lhe apoiar. O noivo com os “amigos” poderiam ficar em um outro quarto. Iria ser uma bagunça só.

Bem a idéia não está formada, ainda vou ver com as possíveis madrinhas a opinião. Se for baranguice eu excluo a ideía de vez. O que vocês acham? De qualquer forma, se não for assim pelo menos vou tentar ver a cor do vetsido de cada uma para ficar mais harmonioso, sou super cismada com essas coisas.

13 de nov de 2008

Fotocabine... eu querooooo


Olha que idéia mais legal. Você pode ter uma máquina que tira fotos dos seus convidados e imprime na hora... os convidados poderão sair da festa com uma ótima lembrancinha. E deve ser super divertido. Essas máquinas são muito conhecidas fora do brasil, bem, pelo menos no Japão e EUA eu acho que sim heheheh. Aqui eu nunca entri em uma dessas.
Mas tudo não são mares de rosas né... olha que triste, esta empresa ai parece-me que é do Rio de Janeiro... saco viu, em Minas nunca tem essas coisas diferentes e maneiras. Deve ser muito cara também, é preciso olhar se o custoXbenefício é bom. Eu nem procurei saber porque se fosse em conta eu iria morrer de não poder ter uma dessas na minha festa.
Quem souber de uma empresa que trabalha com esse tipo de coisas aqui em BH, por favor me avisem porque eu quero muuuuuuuiiiiito.
Deem uma olhadinha no site, tem várias fotinhos legais lá.

10 de nov de 2008

Gestão de Finanças para noivos



Já faz algum tempo que as pessoas, principalmente os noivos, começaram a pensar em suas próprias finanças e na do casal após o casamento. Também, casar endividado não dá né. Como sou meio cismada com isso, “obriguei” (claro, de uma maneira muito sutil) meu noivo a entrar no assunto para discutirmos. Ainda não consegui milagres com isso, pois ele ainda tem receios e não conversamos como será depois do casamento, a divisão das despesas, planos de aquisição de bens, etcs... mas já foi um grande passo que demos.

Como não temos muitas condições, aconselho a aquelas noivinhas que estão no mesmo barco, a fazer um simples plano de finanças. Claro que não precisa ser um dosie contendo todas aquelas análises e tal... mas não custa nada fazer um esboço.
Pesquisa, by me, dizem que casar não é barato. Grande novidade não é mesmo? Dependendo do grau de elegância pode chegar ao valor de um carro popular ou um imóvel popular dependendo da pessoa. A cidade e estado também influenciam. Creio eu, que casar no interior deve ser mais bararto em partes pois os noivos conseguem um imóvel a um preço mais acessível. Aqui em BH, não chega a ser exorbitante, mas já dá um alarme para que tenhamos umas reservas para dar entrada em um imóvel e pagar as despesas do casamento.

Ainda existem aqueles que não caíram na real que no casamento também existem coisas chatas que podem gerar muitas brigas. Em prol das “não brigas de casais”, resolvemos. Se queremos todos aqueles mimos mostrados em sites de casamento, vamos economizar. Se queremos aquele armário de cozinha que vc não abre mão, vamos economizar. Se queremos um apartamento lindo em um bairro de luxo, vamos economizar. Economias planejadas podem fazer milagres.
Ok, já falamos das dificuldades vamos a prática:

- Estabeleça metas de reservas - se vc só pode juntar R$200,00 por mês, beleza, mas saiba que esses 200 precisam ser separados, nada de comprar aquele sapato lindo que entrou em liquidação com o dinheiro. Para isso, coloque seus rendimentos, depois liste todas as suas despesas em um papel, coloque alguma reservinha para imprevistos e veja o quanto vc pode separar. Caso vc trabalhe com comissão, estabeleça uma porcentagem de reserva, assim, caso vc receba mais, será mais fácil estabelecer qual será o dinheiro que deverá ser separado.

- Estabeleça metas para os gastos com o casamento – não adianta endividar toda para pagar uma big festa se vc não tem condições. Não desista de seus sonhos, mas cerque-os, assim terá noção na hora de cotar os preços e que pode ser incluído e o que está fora de cogitação.

- Aplique o dinheiro – vc não precisa ser uma expert no assunto, sempre existe um pai, primo, amigo que conhece alguma coisinha. Peça ajuda ou caso não tenha ninguém, aplique na poupança, é o lugar mais seguro e mesmo que seja pouco, ainda rende algo. Nada de deixar o dinheiro debaixo do colchão ok. Cuidado para aquelas que querem ganhar dinheiro rápido e aplicam em ações... para isto, é preciso ter muito conhecimento e pode-se perder muito dinheiro.

- Peçam descontos - Discutam o que será melhor para o casal, ir comprando aos poucos ou juntar tudo e comprar tudo de uma vez só. Para aqueles que conseguem guardar dinheiro, eu sugiro que guardem e comprei tudo junto – as vantagens são: a) vc não precisará arrumar espaço para ir guardando as coisas antes do casamento, perto do casamento, provavelmente vcs já terão adquirido um espaço para vcs. b) as coisas estarão novinhas pois se a gente compra antes tem aquela tentação de utilizar “só para experimentar” e acaba colocando no dia a dia; c) e mais importante, vc pode pedir descontos pagando tudo a vista, a diferença de preço é gritante. Caso não consigam, existem várias lojas que disponibilizam o pagamento parcelado e sem juros, vcs poderão fazer um plano para pagar depois do casamento.

- Façam orçamentos - Escolham a data do casamento. Com a data pensado será mais fácil conseguir os orçamentos e vc terá condições de alongar o prazo de entrega de algum item e conseguir descontos. Peçam orçamento de tudo em pelo menos 03 lugares diferentes e organizem tudo em uma pasta. Assim será mais fácil para olhar os contratos;.
Saibam que no período de casamento, precisamos abrir mão de muita coisa, mas com certeza será recompensado depois que vc já estiver juntinho do seu amor. Eu já coloquei estas dicas em prática. E vc já pensou nisso?




8 de nov de 2008

Rocambole X Bem Casado


Meninas, não pude me conter. Estava eu hoje visitando VáRIOS blogs de noivinhas e me deparo no site http://www.casamentopratico.com/ com essa belezinha. Na verdade, isso na fotinho é um bolinho com massa fininha que tem um recheiozinho de goiabada (se não me engano), mas me deu uma grande idéia.
Bem, vou confessar, não sou muito fan dos tais bem casados (por favor, não me atirem pedras...) acho o gosto meio xoxo, sabe, meio mixuruquinha... ai, não é que ficariam muito mais gostozinhos se fosse um rocambole? Nossa, deu até agua na boca. Acontece que aqui em BH é meio difícil achar um rocambole BBB, mas minha irmã viajou uma vez para Lagoa Dourada (que é até pertinho aqui de BH) e trouxe rocamboles super famosos de lá. Nossa é uma delicia, e tem vários sabores e o melhor, custa R$10,00 cada um. Ou seja, deve dar para fazer pelo menos 10 com cada rocambole inteiro, ou seja 1,00 ou menos por um docinho muito mais saboroso. E eu mesmo posso fazer. È só cortar em tiras e embrulhar nesse papel transparente que é super fácil de encontrar. Poderia embrulha-los como na foto ou em papel crepom como o bem casado. Iria ficar muito fofinho, só tenho que ver se o rocambole não ficaria muito esquisito embrulhado no crepom, pode parecer um bem casado grande e gordo... mas isso depois eu vejo, só passei para deixar a idéia.
Bjim para todas.

5 de nov de 2008

Eu nasci pra casar...

Se tivesse que descrever minha história em 15 segundos ela seria mais ou menos assim:
Conheci o Gu e não demorou muito já estávamos apaixonados, como Romeu e Julieta. Somos bastante diferentes, mas isso nâo impede que formemos um casal super conectado. Entre vai e vem, já foram 9 anos e agora começa mais uma etapa para o grande dia. E tudo vai dar realmente certo porque, sinceramente,.... eu nasci pra casar.

Vocês devem estar se perguntando o porque do nome do blog... bem, para mim é bem claro e este termo foi “copiado” ehehe de uma priminha que já estava namorando a muito tempo e quando marcou a data do casamento, foi aquele bafafa danado e ela virava para todos e dizia a incrível frase. Mais verdadeira do mundo né... também toda noiva que adora o estado de “noiva” deve pensar isso. Tá explicado entâo e vamos aproveitar essa frase ok.

Tem gente que nasci pra ser famoso, para ter muitos filhos, para estudar muito,... e eu, bem... até agora só descobri que nasci pra casar,... adoro ter que olhar os detalhes, a ficar namorando, sonhando com minha nova vida... enfim, não a muito o que dizer.

Apresentando...

Esta que vos fala é apenas uma noivinha apreensiva e muito neurótica, que decidiu partilhar com vocês esta dura caminhada até o altar. Porque, venhamos e convenhamos, somente noivas são capazes de nos entender e partilhar desta saga e que aquele mínimo detalhe é realmente muito importante e não apenas uma chuva no copo de água como as pessoas, em geral, costumam achar (entendam que nessas pessoas incluem principalmente o NOIVO e aqueles parentes que insistem em palpitar em tudo).

Espero que a nossa história contagie você da mesma forma que o amor é contagiante, pois tenho certeza, que briguinhas irão aparecer e terá dia que irei chorar no ombro de vocês, mas que a experiencia de uma seja valida para acalentar a outra neste momento tâo difícil. Noivas unidas SEMPRE.


Iremos tratar neste blog sobre vários assuntos, mas o principal será aqueles ligados a casamentos e afins, mas caso queiram discutir algum outro assunto, abrimos uma exceção e podemos bater um papinho.
Como sou nova neste quesito “blog”, pesso que me ajudem e me perdoem por gafes que venham a ocorrer .